Buscar
  • Quantic Flora

Já ouviu falar do óleo manketti?



O óleo manketti também é conhecido como óleo de Mongongo vem das nozes das árvores Mongongo, que podem ser encontradas no sul da África. A árvore Mongongo é resistente por natureza, pois pode sobreviver a secas e grandes variações de temperatura. Seu nome botânico é Schinziophyton rautanenii e pertence à família Euphorbiaceae. Valorizado durante séculos por seu valor nutritivo, esse óleo incrível é altamente emoliente. A árvore não dá frutos até os 25 anos e as flores começam a desabrochar e dar frutos ovais, parecidos com ameixas, no final de outubro. Os frutos verdes felpudos caem das árvores por volta de abril até maio, onde continuam a amadurecer.


O poder das sementes

Como você provavelmente já percebeu, são as sementes que são valorizadas e as sementes são torradas e quebradas para remover a casca externa, deixando a casca interna intacta. Possui alto teor de ácido linoléico (entre 30% e 54%), muita vitamina E e ômega 6, cobre, ferro, cálcio e magnésio. Este óleo estável é ideal para armazenamento a longo prazo, pois não fica rançoso como outros óleos populares. Cada semente tem pelo menos 30% de óleo, sendo a maior parte o ácido linoléico. Existe um teor de proteína em torno de 25% e um teor de gordura em torno de 50%. Ele pode e é usado na culinária, mas sua fama está nos produtos para a pele e os cabelos.


Benefícios do óleo manketti para o cabelo

O maior benefício seria o alto teor de ácido linoléico e possui ácido oleico, que é outro ativo para o cabelo. Os ácidos oleico e linoléico são ácidos graxos saturados que constituem a espinha dorsal de muitos dos óleos naturais e sebo. Como ingredientes independentes, eles ainda têm propriedades para condicionar o cabelo e a pele e ajudar a desbloquear os poros do couro cabeludo.



O óleo Manketti é ideal para condicionar os cabelos, pois possui propriedades hidratantes, regeneradoras e reestruturantes para o cabelo e couro cabeludo com o teor de vitamina E que o torna um protetor solar natural. Os componentes poliinsaturados dão ao cabelo um brilho incrível, uma vez que penetra na camada externa do cabelo evitando os efeitos negativos do sol, bem como as aplicações de calor, como o secador. É uma excelente escolha para reduzir a inflamação e promover o reparo celular.

Os ácidos graxos polissaturados do Mongongo formam uma vedação à prova d'água ao redor dos fios, selando sua umidade natural, agindo como um umectante. Ao se ligar às células da superfície dos cabelos, o óleo também dá brilho excepcional e leveza às madeixas.

Repara pontas duplas e fios quebrados, doma os cabelos crespos, alisa a superfície, fortalece e amacia os cabelos. Ao fortalecer e hidratar o cabelo, você o ajuda a manter as ondas e os cachos.

Este óleo também é bom para o couro cabeludo. Ele para a coceira e reduz a caspa.

O óleo manketti é um dos ativos do Leave-in protetor térmico Quantic Flora!

Você conhecia esse óleo? Maravilhoso, não é?

Gostou do post? Deixe um comentário!

Um abraço,

Christina Matias e Léia Estevão

Fundadoras da Quantic Flora